Desalojamento de Pombos em São Paulo

DESALOJAMENTO DE POMBOS EM SP 24 HORAS


Desalojamento de pombo em São Paulo: Serviços oferecido Dedetizadora  manejo, remoção e retirada de ninhos, A dedetizadora é empresa especializada em manejos de pombos, desalojamento, com repelente, espículas, molas, fios de nylon ou de metal. Nossa empresa de Dedetização em São Paulo oferece serviços com garantia e qualidade a nossos clientes a 10 anos. No Controle de Pombos tem como foco atender toda São Paulo e grande São Paulo. O controle de pombos urbanos é muito importante, pois pode prevenir problemas de saúde, já que muitos destes pombos podem transmitir doenças, danos, incômodos, no cotidiano das pessoas. A Dedetizadora Universo também se destaca no Controle de Pragas Urbanas. Pombos em casa não é agradável, além de ser uma ameaça a sua saúde de sua família. Resolva este problema com segurança e garantia de serviço de profissionais capacitados. Dedetizadora Universo lhe oferece a oportunidade de receber sem nenhum custo, orçamentos de profissionais qualificados e experientes, prontos para realizar o serviço de acordo com a programação do cliente. Trabalhe com empresas de Controle de Pragas que usam produtos de qualidade comprovada.

CONTROLE E MANEJOS DE POMBOS:

Estamos preparados nos serviços de Controle de Pragas Urbanas para controlar todos os tipos de pragas urbanas. Nosso departamento técnico de controle de pombos e desalojamento, realiza serviços com técnica para afugentar do local infestado, com várias formas de armadilhas. A Universo controle de pombos, tem medida de prevenção essencial para centros urbanos. Os pombos, apesar de apresentarem aparência inofensiva, são causadores de doenças que podem afetar os sistemas respiratório, nervoso, outros, danos à saúde. O pombo é uma ave de nome científico Columba livia domestica, exótica, transmissora de dezenas de doenças, apelidado como ( rato voador ) , contaminam e comprometem a qualidade de vida em qualquer ambiente, a Universo conta com um completo serviço de controle de pombos urbanos, realizando desde a limpeza do local, expulsão, adoção de práticas preventivas para evitar á proliferação dos mesmo. Com o Controle conseguimos evitar os danos causados,indesejados ao seu patrimônio. O pombo-comum, também conhecido como pombo-doméstico ou pombo-das-rochas (Columba livia), é uma ave membro da família Columbidae. Verifica-se grande variação no padrão de cores desse animal, havendo exemplares brancos, marrons, manchados e acinzentados. Há poucas diferenças visíveis entre machos e fêmeas. Sua plumagem é normalmente em tons cinza, mais claro nas asas que no peito e cabeça, com cauda riscada de negro e pescoço esverdeado. Caracterizam-se, em geral, pelos reflexos metálicos na plumagem, cabeça e pés pequenos e bico com elevação na base, sendo a ponta deste em forma de gancho, costumando ser negro, curto e fino, com 3,8 cm de comprimento médio. Geralmente são monogâmicos, tendo dois filhotes por ninhada. Ambos os pais cuidam do filhote por um tempo. Seus habitats incluem vários ambientes abertos e semi-abertos. Brechas entre rochas costumam ser usadas para se empoleirar e reproduzirem, quando na natureza. É criado por asiáticos desde a antiguidade mais remota — há imagens que o representam, na Mesopotâmia, datadas de 4.500 a.C., e com o passar do tempo se estabeleceram ao redor do mundo, principalmente nas cidades, e atualmente a espécie é abundante. Atualmente são vistos como animais sinantrópicos. Não há nenhum predador nas grandes cidades para este animal e sua reprodução é rápida, o que gera uma população cada vez maior, um grave problema ambiental ao homem, já que abrigam alguns parasitas que podem ser nocivos à saúde humana. Reprodução: no nosso clima e em boas condições de alimentação, colocam de 1-2 ovos por ninhada e podem ter 5-6 ninhadas ao ano. O tempo de incubação dos ovos é de 17a 19 dias. Tempo de vida: nos centros urbanos, de 3 a 5 anos; em condições de vida silvestre, podem viver aproximadamente 15 anos.

DOENÇAS TRANSMITIDAS PELOS POMBOS

O contato com fezes de pombos representa risco de contrair histoplasmose, criptococose, e psitacose. Eles têm risco potencial para transportar e espalhar gripe aviária, embora um estudo demonstrou que os pombos adultos não são clinicamente suscetíveis à mutação mais perigosa da doença, oH5N1. Outros estudos também apresentaram evidências definitivas de sinais clínicos e lesões neurológicas resultantes da infecção. Além disso, tem sido mostrado que pombos são suscetíveis a outras estirpes de gripe aviária, tais como o H7N7. Até recentemente, havia uma certa benevolência com os pombos em áreas urbanas, sendo comum encontrarem-se em pontos turísticos em todo o mundo (como a Trafalgar Square, em Londres, ou a Cinelândia, no Rio de Janeiro), com a presença de vendedores ambulantes licenciados de milho para ser atirado aos pombos. Atualmente, tais atitudes são desencorajadas e existe uma repugnância crescente à presença dos pombos.

PREVENÇÃO:

– Limpeza de forros, calhas ou qualquer outro local que apresente fezes, restos de ninhos, ovos e penas; usar sempre luvas e utilizar sempre uma máscara ou pano úmido sobre o nariz e boca;

– Nunca remover a sujeira a seco, sempre umidecê-la antes para evitar a inalação de poeira;

– Proteger os alimentos do acesso das aves;

– Cuide do lixo orgânico, deixando os sacos de lixo muito bem amarrados e as latas tampadas;

ETAPAS DE TRATAMENTO:

• Inspeção do local; SAM_1859SAM_1855 - CopiaSAM_1847 - Copia

• Tratamento (técnica a ser adotada);

• Selecionar produto;

• Selecionar equipamentos;

• Profilaxia;

• Garantia (estabelecer cronograma de inspeção pós tratamento).

TIPOS DE TRATAMENTO:

– Repelente em Gel: Causa uma sensação de queimadura nos pombos espantando-os gradativamente do local. Este processo se mantém ativo por cerca de 3 (três) meses – “educando” a ave a não voltar mais ao local. O processo é gradativo e eficaz (repele sem ferir a ave). Com a limpeza dos locais infestados e aplicação do gel repelente (sem cheiro e não tóxico) o cliente terá a tranqüilidade de volta e a eliminação dos riscos de contrair doenças causadas por estas aves. Repelente Líquido – Com principio ativo não tóxico e com ação apenas de odor, provoca o abandono do abrigo (indicado p/ situações específicas). Barreiras físicas (Espirais) – Consiste na instalação de espiral telescópica em aço inoxidável, eficaz ao encontro dos pombos em áreas de pouso, é instalada nos locais com uma variedade de fixadores. Apresenta uma barreira física a aves e pássaros que pousam representando uma plataforma instável de permanência. Não provoca nenhum ferimento à ave. Usos: Beirais, parapeitos, muros, grades e pontos retos e/ou curvos de curta e longa distância. Barreiras físicas (Fios Tencionados) – A fixação dos fios se dá nas extremidades por uma base. São empregados em calhas de prédios, parapeitos, beirais e quaisquer outras superfícies a critério da situação encontrada. Dificulta o pouso das aves. Não provoca nenhum ferimento à ave. a atuação de um profissional na instalação é importantíssima. Barreiras físicas (Telas protetoras) – Bloqueia a entrada de pombos em diversas áreas abertas como galpões, vãos livres, pontos diversos de edificações, telhados forros – impedindo a entrada das aves.

CONTROLE E MANEJO DE POMBOS URBANOS: APRESENTAÇÃO

Este manual foi elaborado com o objetivo de propocionar aos profissionais e a população em geral, informações sobre as principais características dos pombos urbanos, as doenças que transmitem e as formas de manejo de sua população.

Pretende-se que esse material seja uma fonte de cnsulta rápida e instrumento para auxiliar o relacionamento do homem com os pombos urbanos.

QUEM SÃO OS POMBOS URBANOS:

Os pombos domésticos e o pombo correio são descendentes da mesma linhagem genética do pombo das rochas do mediterrâneo, Columba lívia. São encontrados no mundo todo, exceto nas regiões polares.

Já eram criados há 5000 anos atrás pelos asiáticos. Chegaram ao Brasil trazidos por imigrantes europeus no século XVI como ave doméstica, adaptando-se muito bem aos grandes centros urbanos, devido a facilidade de encontrar alimento e abrigo.

Através de seleção genética foram melhoradas para várias finalidades; ornamental, companhia, trabalho (correio) , esporte (distância e velocidade de vôo) , alimentação (fonte de proteina).

BIOLOGIA:

Vivem de 15 a 30 anos na natureza, e somente 3 a 5 ano nas cidades, devido a doenças provocadas pela alimentação não natural e ao desequilíbrio de sua de sua população.

Porque você deve contratar a Manejadora de pombos Universo? Quando uma população animal cresce desequilibradamente há um controle natural através da transmissão de doenças dentro da colonia.

Foram casais por toda a vida, tendo 5 a 6 ninhadas por ano, cada uma com até 2 filhotes. Os ovos são incubados por 17 a 19 dias e os filhotes tornam-se adultos entre os 6 e 8 meses de idade.

HÁBITOS:

Porque você deve contratar a manejadora de pombos Universo? Os pombos ultilizam como abrigo locais altos, como torre de igreja, forro, parapeitos e beirais de edifícios, vão de ar condicionado, etc…

Escolhem estes locais estratégicamente , de modo que possam usá-los como abrigo e ponto de observação de sua vizinhança e da fonte de alimentos, como na cidade de São Paulo ou até mais de 3 km em outras regiões.

SUAS DIETAS ALIMENTAR NATURAL SÃO OS GRÃOS E SEMENTES?

As aves jovens são alimentadas pelos pais com leite do papo e os grãos são introduzidos em tamanhos crescentes.

Podem comer restos de alimentos como arroz crú ou cozido, pão, ração de animais e sobras alimentares no lixo e sementes recém lançadas nas plantações.

Quando na natureza comem também insetos, larvas, frutos e sementes de árvores e plantas.

ALIMENTAR POMBOS É UMA ATITUDE ECOLÓGICA?

QUAL É A IMPORTÂNCIA DO POMBO NA NATUREZA?

Nas grandes cidades existem muitas pessoas que, diariamente, no mesmo horário e local, faça sol ou chuva, alimentam com sacos de milho, pão e até mesmo com restos de refeições, centenas de pombos que vivem livremente nas praças e ruas das cidades.

São pessoas que, sem dúvida nenhuma, tem respeito muito grande pelos animais; muitas até se privam de ter uma alimentação completa para poderem alimentar essas aves.

Recebendo esse alimento, as aves deixam de buscar na natureza alimentos adequados à sua dieta como grãos, frutos e insetos.

As aves, na natureza, tem uma função muito importante de controlar os insetos e replantar as sementes das plantas que comem. Elas eliminam nas fezes as sementes prontas para germinarem no solo, pois sua próprias fezes as mantém únidas e adubadas.

A oferta ou escassez de alimentos influencia a reprodução dos pombos. Em locais onde há fartura de alimentos, ocorre aumento da produção e portanto, aumento aumento da população. Se há escassez, a população de pombos se mantém em equilíbrio.

Devido a sua imagem estar ligada a símbolos como paz, amor e religião, e ter sua proteção e livre de reprodução garantia pelos próprios moradores das cidades e pelas leis ambientais, sua população vem crescendo e trazendo transtornos ao ambiente e à saúde pública.

Porque que você deve contratar a manejadora de pombos Universo? Uma população de pombos não manejada pode duplicar de tamanho a cada ano.

PROBLEMAS PROVOCADOS POR POMBOS:SAM_0092

A TOXOPLASMOSE PODE SER TRANSMITIDA POR POMBOS?

“O GATO É O PRINCIPAL TRANSMISSOR DA TOXOPLASMOSE”

O gato elimina o protozóario causador da toxoplasmose pelas fezes e contamina o solo consequentemente as plantas, aves e mamíferos podem estar infectados com o cisto do protozoário toxoplasma que se fixa na sua carne. A transmissão da toxoplamose ocorre ao comermos carne crua ou mal passada de qualquer ave ou mamífero infectada com cistos de toxoplasma sp, e ao ingerimos verduras contaminadas com as fezes dos gatos. Portanto é muito pouco provável que alguém adquira a toxoplamose do pombo pois, atualmente não temos o hábito de comer pombos, apesar desta ave ter sido introduzida no Brasil como ave doméstica para servir de alimento. Se isto ocorrer, em criações domésticas, deve-se indicar o cozimetro demorado, como para qualquer tipo de carne.

PROBLEMAS AMBIENTAIS:

www.universoambiental.eco.br (43)Pombo Brancorf310820071401 (1) images (10) - Cópia - Cópiaimage02www.universoambiental.eco.br (42)SAM_185220140910_105940 - Copia - Copia - Copia - Copia

Além da contaminação do ambiente por fungos e bactérias, as fezes dos pombos também podem provocar danos materiais.

• Suas fezes ácidas além de sujar, danificam pinturas, superfícies metálicas, fachadas e monumentos.

• Cada ponbo produz cerca de 2,5 Kg de fezes ao ano.

• Provocam entupimento de calhas e apodrecimento de forros de madeira, pelo acúmulo de ninhos e fezes.

• Podem contaminar gãos e alimentos, em silos e indústrias.

• Em locais onde os pombos são alimentados, ocorre proliferação de ratos, baratas e moscas devido às sobras de alimentos que ficam no chão e às fezes que atraem moscas.

CUIDADOS GERAIS:

Para evitar as doenças transmitidas por pombos, basta não deixar que suas fezes se acumulem.

NÃO DEIXAR ACUMULAR FEZES DE POMBOS.

Se encontrar fezes acumuladas, retira-las somente após umedecer com solução desinfetante.

PROCEDIMENTOS PARA LIMPEZA DE LOCAIS COM FEZES DE POMBOS.

PROTEGER O NARIZ E A BOCA: Com a máscara ou pano úmido e ultizar luvas, quando for fazer a limpeza de locais onde estejam acumuladas fezes e ninhos de pombos

ANTES E DEPOIS DA LIMPEZA: Umidecer bem as fezes com solução desinfetante a base de cloro (água sanitária diluída em água em partes iguais) ou quaternário de amônia em solução a 50%.

IMPEDIR: O acesso e entrada das aves nas construções fechado locais com tela ou alvenaria, após a desinfectação e limpeza do local.

PROTEGER: Alimentos e água do acesso das aves e suas fezes.

MÉTODOS DE MANEJO DA POPULAÇÃO DE POMBOS.

O manejo da população de pombos visa reduzir de maneira gradual a população de um local, através da redução de abrigo e fontes de alimentação. Toda atividade desenvolvida deve ser cuidadosamente planejada, para evitar a morte das aves ou seu sofriemento, obedecendo os artigos 29 a 32 da lei federal no. 9.605 de fevereiro de 1998 è proibido usar iscas envenenadas, pois além de crime de crueldade com os animais é muito perigoso para crianças, animais e o meio ambiente.

CONTROLE DA ALIMENTAÇÃO.

Não alimentar os pombos para que eles tenham sua função na natureza e sua população permaneça controlada.

Recolher sobras de alimentos de animais domésticos, aves de gaiola e criações, para não atrair pombos, ratos e baratas.

Reduzir gradualmente a comida fornecida aos pombos, seguindo o exemplo da tabela a seguir:

ORIENTAÇÃO PARA O MANEJO DE POMBOS ATRAVÉS DA REDUÇÃO GRADUAL DA ALIMENTAÇÃO.

Para que haja uma melhor readaptação das aves no meio ambiente, surgerimos o seguinte esquema: Verificar a quantidade total de alimento fornecido às aves.

Diminuir metade da quantidade total de ração semanalmente até a suspensão total.

EXEMPLOS: Se hoje estiver fornecido aos pombos 10 kg de alimento, poderá diminuir.

Desta forma as aves reaprenderão a procurar alimento por conta própria, migrando gradativamente para outras regiões, sem prejuízo à sua saúde e bem estar.

CONTROLE DO ABRIGO.

Instalação de tela ou alvenaria nos vãos dos telhados para ompedir a entrada dos pombos.

Porque contratar a manejedora Universo?

TELHADO DE CASA: Colocar tela por dentrodo forro.

TELHADOS DE TELHAS DE AMIANTO: Colocar tela por fora sem deixar degrau de apoio para o pombo.

Esticar fio de nylon ou arame nos locais de pouso, como beirais, muros, floreiras, numa altura de 10 cm de altura do local de pouso. Se o beiral for largo, esticar outros fios a cada 3 cm.

FIO TENSIONADO:

• Colocar fio de nylon nos beirais a 10 cm de altura.

• Em beirais largo, colocar mais de fio de nylon a cada 3 cm.

Vão para instalação de ar condicionado.

• Colocar tela em volta da abertura

• Colocar anteparo liso com inclinação de 60° e fechar as laterais

Utilização de objetos ponteagudos (espículas metálicas), para evitarque as aves pousem ou façam ninhos.

Aplicação de subtancias pegajosas (gel repelente) em camada fina para que o pombo evite o local.

Modificação da superfície de apoio das aves para que fique com inclinção de mais de 60°.

Objetos brilhantes e com movimento como festão de natal, bandeirólas, móbilis de CD, balões coloridos e manequis de predadores (gavião, corujas), assustam as aves e as afastam do local por algum tempo.

Produtos com odores fortes como creolina, naftalina ou formalina também afastam as aves por algum tempo.

Serviço de Expurgo de Pombo em São Paulo:

+ O gel vai ser aplicado onde possivelmente o pombo está pousando.

+ O gel não vai matar o pombo e sim repelir.

+ O pombo irá pousar normalmente, ao perceber que seus pés estão com o gel, o pombo irá voar e imitir um sinal de alerta para os outros.

+ Será necessário limpar a área a ser tratada.

+ Não tem odor.

+ Barreiras físicas são objetos ou telas que dificultam o pouso ou a entrada de pombos. (espiculas, telas, fechamento de vãos, etc.).

Não hesite em nos contratar faremos o Serviço de Controle de Morcego com segurança para você e para o meio ambiente. Trabalhamos com Serviço de Expurgo de Morcego em residências, comercio e em indústria em geral.

Pombos – Como Prevenir:

+ Suspensão de toda fonte de alimento, voluntário ou involuntariamente fornecido aos pombos, o que inclui promover a educação sanitária dos frequentadores do local e destinar adequadamente os resíduos de alimentos e, principalmente, coibir a ação dos provedores de alimentos para os pombos;

+ Dissuasão do pouso em superfícies que possam ser usadas como poleiros (parapeitos, beirais das fachadas, externas ou internas, em edifícios, vigas e caibros de telhados);

+ Destruição sistemática dos ninhos ativos e inativos encontrados;

+ Uso de repelentes auditivos, tais como explosões de fogos de artifício, chocalhar de latas de alumínio, instrumentos que emitam sons alarmantes, aparelhos de utra-sons, ou vozes dos predadores de pombos;

+ Limpeza e desinfecção das áreas frequentadas pelos pombos, inclusive dos locais de pouso e nidificação. Destaca-se que o encarregado por essas ações deve usar máscara protetora e umedecer previamente os dejetos ressequidos antes de raspá-los. possuem suas vantagens e desvantagens; entretanto, o que se recomenda é a utilização de medidas integradas a fim de se obterem melhoresresultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *